Virtual Router Windows Featured Image

Instalando uma VPN em um roteador virtual no Windows

Última modificação: 14 July 2020
Tempo de leitura: 10 minutos, 51 segundos
Clique aqui para ler o resumo deste artigo.
Instalando uma VPN em um roteador virtual (Windows) - Resumo

Você quer instalar um roteador virtual no seu computador Windows? Para conectar sua smart TV com uma VPN, por exemplo? Isso pode ser feito através de um programa externo, como o Virtual Router Plus ou através do prompt de comando. O processo é o seguinte:

  1. Digite cmd na barra de pesquisa e execute o prompt de comando como administrador, utilizando o botão direito do mouse.
  2. Digite netsh wlan set hostednetwork mode=allow ssid=XXXXX key=YYYY com o nome da conexão no lugar do XXXXX e a senha desejada no lugar do YYYY.
  3. Abra o roteador virtual digitando netsh wlan start hostednetwork e aperte enter.

Agora é hora de habilitar a VPN. Uma VPN que funciona muito bem com roteadores virtuais é a ExpressVPN.

Você quer saber se é possível configurar um roteador virtual no seu computador? Ou você quer saber mais sobre as possibilidades de um roteador virtual? Leia nosso artigo completo abaixo.

Muitos dispositivos não possuem software dedicado para configurar uma conexão de Rede Privada Virtual (VPN). Pense na sua Smart TV ou no Amazon Firestick, por exemplo. Se você quer utilizar uma VPN em algum destes dispositivos, você terá que utilizar um método diferente. Felizmente, existem algumas formas simples e rápidas para isso. Uma delas é configurar uma VPN no roteador físico ou em um roteador virtual. Neste artigo você aprenderá a instalar uma VPN em um roteador virtual no Windows.

O que é um roteador virtual?

Router

Um roteador virtual é um programa que atua como um roteador de verdade, físico. Ele permite que seu computador funcione como um ponto de acesso Wi-Fi. A configuração de um roteador virtual pode ser encarado como uma forma de alternar o receptor de Wi-Fi do seu PC. Assim, seu computador não receberá mais o sinal Wi-Fi, em vez disso, passará a transmiti-lo. Infelizmente, alguns computadores podem receber e transmitir sinal de Wi-Fi simultaneamente. É por isso que a maioria dos roteadores virtuais só conseguem compartilhar a conexão de internet recebida via cabo. Resumindo, o roteador virtual é um dispositivo que é conectado à internet via cabo e retransmite esta conexão via Wi-Fi.

Hoje em dia, muitos dispositivos possuem a capacidade de serem usados como roteadores virtuais. Muitas pessoas já utilizam a função de ponto de acesso pessoal em seus iPhones e o “ponto de acesso Wi-Fi móvel” em seus dispositivos Android. O roteador virtual no Windows funciona quase da mesma forma: seu computador Windows se torna um transmissor de sinal Wi-Fi, ao qual outros dispositivos podem se conectar para acessar a internet.

As possibilidades de um roteador virtual

O roteador virtual permite que você compartilhe sua conexão de internet com outros dispositivos. Este recurso é muito útil quando não existe nenhuma conexão de internet sem fio próxima. Por exemplo, se a sala que você está possui internet via cabo, o roteador virtual permite que você compartilhe esta conexão via Wi-Fi com outros dispositivos.

Além disso, muitas pessoas utilizam os roteadores virtuais por razões financeiras. Esta opção virtual é gratuita, caso você já possua um laptop ou computador. Um roteador normal pode custar um bom dinheiro e, ao utilizar um virtual, você estará economizando uma boa quantia. Você nem perceberá a diferença ao utilizar um roteador virtual, pois ele é tão rápido quanto um roteador físico. O único ponto negativo, que os roteadores físicos não possuem, é que você precisará configurar toda vez que ligar seu computador.

Além disso, você pode proteger o roteador virtual com uma VPN. Assim, todos os dispositivos conectados ao roteador virtual também estarão protegidos pela VPN. Portanto, se você quiser proteger todos os seus dispositivos de uma vez, basta usar uma VPN com o roteador virtual.

Por fim, e talvez o ponto mais importante, alguns dispositivos não suportam softwares de VPNs. Isto é, você não conseguirá instalar uma VPN nestes dispositivos. Apple TVs, Smart TVs e Google Chromecasts são ótimos exemplos. Você ainda pode proteger estes dispositivos com uma VPN se você os conectar à internet através de um roteador virtual, operando através de um servidor VPN. Assim, você estará redirecionando a internet destes dispositivos através de uma conexão VPN segura, executada no roteador.

Virtual Router VPN on Smart Devices

O que eu preciso para configurar um roteador virtual com uma VPN?

Abaixo você encontrará uma lista dos requisitos para instalar um roteador virtual com uma conexão VPN no seu dispositivo Windows. O que você precisará:

  • Um computador Windows
  • Internet via cabo (incluindo as conexões, caso seu computador não possua entrada direta para conectar o cabo Ethernet).
  • Assinatura de uma VPN (exemplo, ExpressVPNNordVPN ou Surfshark).
  • Software de roteador virtual (que você pode baixar gratuitamente através do link no guia passo a passo logo abaixo).

Para utilizar o roteador virtual, você precisa de um computador e um cabo de internet. Por fim, você precisará assinar uma VPN para proteger tanto os eu computador quando os dispositivos que se conectarão ao roteador virtual.

Meu computador Windows pode se tornar um roteador virtual?

Antes dar início a este processo, é importante verificar se o seu computador suporta a transmissão de sinal de Wi-Fi. É fácil de encontrar, basta seguir as instruções abaixo:

  1. Pressione simultaneamente as teclas “Windows” e “S” do teclado.
  2. Você verá uma barra de busca. Digite “cmd” para ver o prompt de comando e clique nele.
  3. No prompt de comando, digite o seguinte: “netsh wlan show drivers“. Aperte Enter e você verá as configurações dos seus drivers de rede.
  4. Verifique se o “Hosted network supported/Rede hospedada compatível” é seguido pela palavra “Yes/Sim“. A imagem abaixo ilustra o processo.

Virtual router possible

Quando você encontra a palavra “Yes/Sim”, seu computador é compatível com roteador virtual. Se você encontrar a palavra “No/Não”, infelizmente seu computador não é compatível com roteadores virtuais.

Como instalar um roteador virtual com VPN no Windows

Se você tiver o equipamento correto, você pode dar início ao processo de instalação. Você pode configurar um roteador virtual com VPN no Windows de duas formas diferentes. Primeiro, você precisará configurar o próprio roteador. Depois, você pode iniciar a conexão VPN. Para uma maior proteção, é importante seguir esta ordem. Caso contrário, seu tráfego de internet poderá utilizar uma conexão desprotegida.

1° passo: Configure seu roteador virtual

É muito fácil instalar um roteador virtual no Windows e só levará alguns minutos. Você pode utilizar um software ou ativar o roteador manualmente. Nós explicaremos como estes dois processos funcionam.

Instalando um roteador virtual com o Virtual Router Plus

A forma mais fácil de instalar um roteador virtual é através de um software gratuito. Nós utilizamos um programa chamado Virtual Router Plus, que você pode baixar clicando neste link. Instale o programa e clique para abri-lo. Você verá o seguinte menu:

Virtual Router Plus example

Em “Nome da rede (SSID)” você pode inserir o nome do seu roteador virtual. Você pode inventar um nome, para que você e as pessoas que forem utilizar o roteador identifiquem facilmente a rede. Use sua imaginação, seja criativo: que tal “Modem in China” ou “Lord Voldemodem”? Depois, você terá que pensar em uma senha que as pessoas precisarão utilizar para se conectarem ao seu roteador virtual. Clique na seta em “Conexão compartilhada” e escolha a opção “Ethernet“. Por fim, clique em “Iniciar o Virtual Router Plus“. Agora, seu roteador virtual já deve estar visível ao conferir as redes disponíveis ou outros dispositivos próximos.

Configurando um roteador virtual através do prompt de comando

Talvez você não queira instalar um software dedicado no seu computador Windows. Sem problemas! Existe outra opção. Você também pode configurar um roteador virtual através do prompt de comando Siga os passos a seguir:

1° passo: Abra o prompt de comando digitando “cmd” na barra de busca, no canto inferior esquerdo da sua tela. Clique com o botão direito no prompt de comando e execute como administrador.

2° passo: Agora você pode entrar nas configurações do seu roteador virtual. Digite o seguinte comando. Digite o comando corretamente e não se esqueça dos espaços.

netsh wlan set hostednetwork mode=allow ssid=XXXXX key=YYYYY

Após ‘ssid=’ (ao invés do XXXXX) insira um nome da sua conexão, escolhido por você mesmo. O nome serve para que outras pessoas encontrem sua rede mais facilmente. Em ‘key=’ (ao invés do YYYYY) insira uma senha de sua escolha. Com esta senha, as pessoas poderão acessar sua rede. Por fim, aperte Enter.

3° passo: Ative o roteador virtual inserindo o seguinte comando:

netsh wlan start hostednetwork

Você pode desativar o roteador virtual inserindo o seguinte comando:

netsh wlan stop hostednetwork

Para exibir as informações de sua rede, digite o seguinte comando:

netsh wlan show hostednetwork

Aqui está um exemplo para você ter uma ideia de como é na prática:

Command Prompt Virtual Router

Após ativar seu roteador virtual, você pode verificar se está funcionando corretamente tentando se conectar à rede com um dispositivo diferente. Verifique se você tem acesso à internet utilizando o roteador virtual. Se tudo der certo, você pode seguir par ao próximo passo: instalar uma VPN no seu roteador virtual.

Por favor, observe que você precisará ativar o roteador virtual toda vez que ligar seu computador.

2° passo: Configure uma conexão VPN no Windows

Agora que seu roteador virtual já está funcionando, é hora de configurar sua VPN. Felizmente, é tudo bem simples e leva apenas alguns minutos. O infográfico abaixo mostra o passo a passo do processo.

Install VPN Step by Step Desktop

Algumas informações adicionais:

  1. Primeiro, você precisa escolher e assinar um plano com provedor de VPN. Se você precisa de ajuda para escolher uma VPN, você encontrará ótimas opções aqui. Role para baixo nesta página para conferir as melhores VPNs para você utilizar com um roteador virtual. Acesse o site da VPN escolhida e escolha um plano de assinatura que atenda às suas necessidades.
  2. Baixe o software da VPN do site oficial. Geralmente, esta opção aparecerá para você após criar sua conta.
  3. Instale o software clicando no arquivo de download e siga com o processo de instalação.
  4. Faça login no software da VPN com a conta criada no primeiro passo.
  5. Caso necessário, escolha o servidor VPN que você deseja utilizar na lista de opções fornecida pela VPN. Basta clicar no local do servidor (EUA, por exemplo) para escolher.
  6. Ative a VPN clicando no botão “Power/Ligar” Na maioria das vezes, você será conectado à VPN automaticamente ao escolher o local do servidor.

IP DNS Leak Test

Todo o seu tráfego de internet agora passará pelo servidor VPN escolhido. Isto significa que todo o tráfego dos dispositivos conectados ao seu roteador virtual também estarão protegidos.

Porém, é importante verificar se seus dispositivos estão devidamente protegidos. Para verificar, acesse o site dnsleaktest.com com cada dispositivo conectado ao roteador virtual. No website, clique em “extended test”. O site verificará se há vazamento de DNS na sua conexão. Este teste parece com a imagem ao lado. Caso não haja nenhum vazamento, você não verá seu endereço de IP verdadeiro na lista ao final do teste.

Aplicativos de VPN compatíveis

Nem todos os aplicativos de VPN funcionarão instantaneamente com o roteador virtual. Com algumas VPNs, primeiramente, você precisará alterar o protocolo ou as configurações da sua conexão. O aplicativo de VPN deve ser compatível com protocolo OpenVPN para funcionar com o roteador virtual. Existem muitos provedores de VPN que funcionam perfeitamente bem com roteadores virtuais, mas a VPN que nós verificamos que sempre funciona é a ExpressVPN. Esta VPN é super rápida, oferece diversos servidores diferentes e vários recursos extras. Ela também funciona perfeitamente com roteadores virtuais, pois utiliza o protocolo OpenVPN por padrão.

ExpressVPN
Nossa escolha
Nossa escolha
Promoção:
3 meses de graça na opção de assinatura anual
9.5
  • VPN rápida e simples
  • Perfeita para navegar, baixar arquivos e fazer streaming (ex. Netflix) de forma anônima
  • Mais de 3000 servidores em 94 países
Visite ExpressVPN

Outra opção é a NordVPN. A ExpressVPN é um dos maiores provedores de VPN do mundo e também funciona com roteadores virtuais. A NordVPN possui milhares de servidores. Portanto, você sempre terá uma grande variedade de locais para escolher. Além disso, ela é um pouco mais barata que a ExpressVPN.

NordVPN
Promoção:
Apenas $3,49 por mês para uma assinatura de 3 anos
9.1
  • Proteção excelente e uma grande rede de servidores
  • Aplicativo bonito e agradável
  • Não mantém registros
Visite NordVPN

Se você prefere ter mais opções disponíveis, confira nossas análises das melhores VPNs gratuitas disponíveis no mercado. Todas elas funcionam muito bem com roteadores virtuais.

Se você utiliza uma VPN diferente, talvez ela não funcione de imediato. Isso pode acontecer devido às configurações da sua conexão. Nós explicaremos como você altera suas configurações para que sua VPN funcione:

1° passo: Acesse as configurações do seu Windows e procure pelas configurações de Rede e Internet.

Windows Settings Network and Internet

 

2° passo: Clique em “Alterar opções de adaptador”.

Change Networks Settings screen

3° passo: Clique com o botão direito na conexão “Adaptador do Windows-TAP”.

TAP Windows Adapter Properties

4° passo: Clique em “Propriedades” e depois abra a guia “Compartilhar” na parte superior. Você verá o seguinte menu:

Properties connection virtual router

5° passo: Marque as caixas em frente as duas opções. Em “Conexão de rede doméstica”, escolha seu roteador virtual no menu suspenso. Por fim, salve estas configurações clicando em “OK”.

Agora você já configurou sua conexão VPN e o seu roteador corretamente! Aproveite para navegar pela web e assistir serviços de streaming protegido em todos os seus dispositivos.

Conclusão

Neste artigo, falamos tudo sobre roteadores virtuais e como configurá-los no Windows. Para proteger sua conexão de internet, é importante que você utilize um roteador virtual, além de uma boa VPN. Uma conexão VPN ativa garante que todos os dispositivos conectados ao seu roteador virtual estarão online de forma livre, segura e anônima. Porém, observe que nem todas VPNs funcionarão de imediato com um roteador virtual. Às vezes, você precisa alterar algumas configurações adicionais para que funcione.

Instalando uma VPN no seu roteador virtual (Windows) - FAQ

Você tem alguma pergunta sobre a instalação da VPN no seu roteador virtual no Windows? Confira as perguntas frequentes abaixo e clique para ler a resposta.

Um roteador virtual funciona como um ponto de acesso Wi-Fi. Ao utilizar um roteador virtual no seu laptop ou computador, ambos enviarão sinal de Wi-Fi, ao invés de apenas receber. Assim, outros dispositivos, como seu smartphone ou seu Amazon Firestick, podem utilizar a conexão de internet (segura) do seu computador.

Você pode configurar um roteador virtual no Windows de duas formas diferentes. A primeira opção é utilizar um software externo para configurar sua conexão. Outra forma é através da criação manual de um roteador virtual através do prompt de comando Clique aqui para ver ler nosso tutorial passo a passo.

Sim, você pode. Assim como a conexão de internet “normal”, você pode proteger o roteador virtual ou o ponto de acesso do seu computador com uma VPN. Para isso, você precisará ativar uma VPN no dispositivo que está operando como ponto de acesso ou roteador virtual. Assim, qualquer dispositivo conectado ao roteador também estará protegido.

Uma VPN que funciona perfeitamente bem na maioria das vezes é a ExpressVPN. Você não precisará configurar esta VPN e seus protocolos manualmente, caso queira usar sem seu roteador virtual. Ela estará pronta para uso assim que você a ativar. Você não terá qualquer tipo de delay, pois a ExpressVPN é uma das VPNs mais rápidas disponíveis no mercado.

Se você executar uma VPN no seu roteador virtual, todos os dispositivos conectados ao roteador estarão automaticamente protegidos pela VPN. Assim, você não precisará instalar o software da VPN em todos os dispositivos, você poderá proteger mais dispositivos do que sua assinatura permitiria, além de poder usar a VPN na sua Smart TV ou no Google Chromecast, oferecendo mais recursos de streaming.

Jornalista tecnológico
Nathan é um jornalista com treinamento internacional e interesse particular por prevenção de crimes cibernéticos, principalmente quando há grupos vulneráveis em risco. Aqui na VPNoverview, ele realiza pesquisas no campo de segurança cibernética, censura na internet e privacidade online.

Mais artigos da ‘Configuração da VPN’ seção

Comentários
Envie um comentário
Envie um comentário